Ensaio fotográfico com Edson Oliveira: Sobre sentir-se confiante e empoderada

Muitos de vocês já devem conhecer muitas das minhas inseguranças pelos vídeos que eu gravo abrindo a minha cabeça e coração. A bochecha grande, a papada, o peso, a bunda caída, o fato de não ser tão fotogênica quanto as blogueiras maravilhosas que aparecem no meu feed do instagram…

Um dia eu conheci o trabalho do Edson Oliveira, um fotógrafo aqui de Fortaleza, e senti uma vibe diferente em suas fotografias.

Não importava o biotipo da mulher, ela sempre aparecia linda nas fotos. São fotos poderosas e simples ao mesmo tempo, sem muita pose. Quando eu conversei com o Edson sobre fazer um ensaio pra me empoderar, me sentir linda e empoderar as mulheres que tem o mesmo biotipo que eu, ele amou a ideia e topou na hora.

Eu já cheguei dizendo que não fazia ideia de como modelar e ele, como se já fosse um amigo antigo, foi me guiando e me deixando a vontade. Perguntou minhas inseguranças e respeitou todas elas, sozinho, ele foi captando os meus melhores ângulos e a partir daí eu já nem lembrava mais o que tanto eu não curtia em mim.

Acontece que nós somos tão bombardeadas diariamente de que temos que emagrecer, ter uma cinturinha perfeita, o cabelo liso, estar com a maquiagem e o look em dia, sermos recatadas e fortes ao mesmo tempo e mais um milhão de coisas, que nesse meio a gente acaba deixando de se amar, a gente acaba por perder a nossa essência e que tudo que fazemos, nunca é suficiente.

Mas acredite em mim, você é linda, do jeitinho que você é! Não precisa perder 10 ou 20 kilos, ter uma barriga chapada, as roupas da moda ou ser guru de beleza. Quando você está confiante consigo mesma, quando você está se amando, todo mundo olha pra você e vê um grande brilho.

Não é fácil

Eu passo por baixas de auto-estima mil vezes por mês (talvez até mil vezes no mesmo dia), também não é fácil escutar que você “é tão bonitinha, imagina se ficasse mais magra” mas sabe de uma coisa? Fod*m-se essas pessoas, preocupe-se mais com as suas experiências de vida, com aquela viagem do sonho que você quer fazer, com a sua carreira, enfim, com a sua felicidade! ♥

Outra coisa, você não precisa ter o corpo da Pugliesi pra ser gostosa, tá? Eu trabalho com publicidade e sei que 90% desse conceito foi criado para nos tornar escravas de academias, tratamento estéticos, nutris, cirurgias e mais um milhão de coisas.

Eu acho muuuuito f*da quando eu vejo mulheres gordas mostrando o pneuzinho numa pose sexy, com carão e mostrando que não precisam estar em padrão nenhum para se amarem! :)

Para finalizar eu fiz algumas perguntas para o Edson sobre ensaios desse estilo. Como criar coragem, onde buscar referências e mais!

1- Edson, o que você tenta passar através de suas fotografias?

Eu gosto da delicadeza, e da ousadia. Da sensação de paz, que muitas vezes tem um gostinho de melancolia. Da simplicidade e coragem, na fotografia. Tento mesclar tudo isso, que é quase uma síntese do que é o feminino em si. Juntamente com isso, em um ensaio como esse eu vou sempre com a missão de registrar a melhor versão da pessoa que estou fotografando.

Então basicamente o que busco passar através da minha fotografia é o feminino com todos os seus nuances. Que não precisa ser perfeito, que pode ser estranho, feliz, triste, brilhoso, tímido… Mas que seja a manifestação sincera de cada uma das pessoas que passam por minhas lentes.

2- Você sente que ao longo do ensaio, alguma mulher que seja mais insegura com seu corpo, vai se soltando e se aceitando mais?

Com certeza e se isso não acontece 99% das vezes, ao meu ver, é culpa do fotógrafo. É muito crucial procurar um bom profissional, não é nada fácil para uma pessoa insegura com o corpo posar para fotos, e apesar de parecer um raciocínio básico, muitos profissionais parecem não levar isso em consideração.

Fotografam uma cliente que nunca posou para ninguém da mesma forma que fotografam uma modelo que já faz isso há muito tempo, sem muito cuidado com o pré-ensaio ou com certos ângulos, sem encorajar, conversar, dar ideias, etc… Muitas vezes por falta de experiência.

O que pode ser um choque para uma pessoa que nunca posou, e o desconforto nos resultados finais das imagens geralmente ficam bem claros, e quando não ficam, a pessoa associa as fotos a uma experiência que não foi legal, o que é triste.

Eu acho que todas as pessoas (independente de gênero) deveriam pelo menos uma vez na vida fazer um ensaio fotográfico com um fotógrafo profissional. No fim, é o fotógrafo e a pessoa a ser fotografada se verem com um time, que buscam o mesmo resultado positivo e bonito, e que em alguns momentos do ensaio ambos terão que sair de suas respectivas zonas de conforto, e que tá tudo bem.

3- E como se preparar para um ensaio neste estilo? Onde buscar referências, ideias, poses e locações?

Cada uma tem suas formas e “rituais”de preparação, mas eu acho que ter uma boa ideia na cabeça do que se espera do ensaio ajuda muito, pois já se consegue mais ou menos antecipar certas situações que podem ocorrer e já ir se preparando psicologicamente.

No fim, a atitude em relação ao ensaio é que vai garantir o sucesso do mesmo. Agora, dicas mais práticas: treinar poses/ângulos no espelho, dormir bem no dia anterior ao ensaio, tentar sempre manter o bom humor durante o ensaio. Quanto a referências, ideias, etc.. gosto de sugerir o uso do Pinterest para minhas clientes, pela praticidade de criar os boards. O Instagram também é ótimo pra isso, e quanto a poses, eu já falei que treinar no espelho ajuda bastante? pois é.

Sigam o trabalho do Edson no Instagram e no Facebook e acompanhem também o Instagram do Console cor-de-rosa que ainda vem muita foto por aí.

Até a próxima! ;*